top of page
  • Foto do escritoremvolpi9

Um antigo mapa que desafia toda a "historia" oficial da humanidade



O mapa de Piri Reis, que foi feito por volta de 1520, alcançou um nível de detalhe da geografia da América que, segundo especialistas, só seria possível com o uso de fotografias aéreas. Esse incrível mapa desafia tudo o que sabemos sobre nosso passado, mas os livros de história omitiram completamente esse incrível documento antigo.


Existem várias descobertas arqueológicas que questionam nosso passado, como é o caso do mapa encontrado em 1929, durante a restauração do palácio Topkapi, em Istambul, na Turquia, que descreve em detalhes a geografia do continente americano com tamanha precisão que parece ter sido montado com o auxílio de fotografias aéreas.


No entanto, o mapa foi feito em uma época em que a história convencional nos diz que não havia aeronaves na Terra e que a tecnologia da humanidade era muito limitada. O mapa composto pelo almirante otomano Piri Ibn Haji Muhiddin Memmed, também conhecido como Piri Reis, é, na verdade, parte de uma coleção de navegação marítima chamada Bahriye, que é composta basicamente por 210 partes de mapas, datados por volta de 1513 e 1528.


A perfeição e os detalhes exibidos no mapa têm sido objeto de debate há anos entre os estudiosos que não conseguem entender nem explicar como esse mapa existe. Hoje, permanecem inúmeros enigmas sobre o mapa de Piri Reis, especialmente no que diz respeito à América Latina e às regiões do sul do nosso planeta.


Esse almirante turco não apenas desenhou o contorno da região quase inexplorada da América do Sul, detalhando rios, montanhas e lagos que se acreditava serem desconhecidos naquela época da história, mas também conseguiu descrever com precisão a geografia da Antártica, um continente que não foi oficialmente investigado até o século XX...



De fato, a primeira navegação de exploração em busca da Antártica foi liderada pelo explorador britânico James Cook, que iniciou a viagem em 1772 e só conseguiu ver neve e gelo, 250 anos depois que Pirir Reis já havia desenhado a Antártica em cartas de navegação.


Não foi até 1819, quando Fabián von Bellingshausen descobriu a superfície terrestre da Antártica pela primeira vez, e foi em 1950 que a expedição americana Deep Freeze conseguiu "revelar" a geografia da Antártica.


Então, como é possível que Pirir Reis tenha conseguido desenhar com precisão os detalhes geográficos da Antártica em 1513? Com detalhes que só foram descobertos em 1952? Mas essa não é nem mesmo a parte mais interessante do Mapa de Piri Reis.


Inexplicavelmente, o mapa de Piri Reis mostra a Antártica sem gelo, mas a Antártica está congelada há pelo menos 6.000 anos. Como é possível que Piri Reis tenha desenhado a Antártica sem gelo? Onde ele conseguiu esse nível de detalhes? Ninguém foi capaz de responder aos mistérios que cercam esse enigmático mapa antigo.




A única coisa que podemos concluir é que, de alguma forma, alguém sabia como era o nosso planeta há milhares de anos, visto de cima... e o Almirante Turco conseguiu obter essas informações e criar o mapa mais enigmático que conhecemos até hoje, um mapa que desafia a história como nunca antes.










Publicado na página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/629709080555963

112 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page