Terra Australis Incognita: Um continente mítico muito real



Um fato surpreendente é que a Antártica só se tornou popular como continente nos atlas de hoje, somente depois da Segunda Guerra Mundial. E, no entanto, já havia sido percebida e representada em mapas durante milênios como um contrapeso mítico aos já conhecidos continentes do norte. Esta é a história de um continente imaginário que se revelou muito real.


No século I, o astrônomo e geógrafo Ptolomeu representou em um famoso planisfério um misterioso e imenso território chamado ‘Terra Australis Incognita’, ou seja, a Terra Desconhecida do Sul. Sua cartografia foi inspirada nas teses geométricas de Aristóteles e Erastóstenes, que argumentavam que, se a Terra era esférica, as leis da simetria tornavam necessário que um grande continente meridional “equilibrasse” o peso e a superfície continental do hemisfério norte. Embora a extensão do suposto continente incluísse áreas que hoje correspondem à Austrália, Nova Zelândia e grandes extensões de oceano, foi uma visão surpreendente do que conhecemos como continente Antártico.

A tradição ptolomaica se perdeu na Europa durante a Idade Média, quando a pesquisa geográfica sofreu um grande retrocesso. No entanto, a sua ‘Geografia’ manteve-se em vigor entre os árabes e em Constantinopla, com sucessivas edições na língua grega, e a partir destas foi traduzida para o latim pelo humanista Jacobus Angelus no início do século XV.


O enigmático continente reapareceu nos mapas europeus, junto com as novas percepções geográficas que incorporaram as viagens de exploração de uma Renascença ávida por descobrir o mundo. Embora tenha sido desenhada em torno do pólo sul, esta ‘Terra Incognita’ foi frequentemente atribuída a uma área muito maior do que a atual Antártica e seus limites estavam localizados muito mais ao norte. Isso gerou grande confusão, como a do navegador Magalhães que, ao descobrir o estreito que leva seu nome e contemplar as margens da Terra do Fogo, acreditou estar diante de nosso mítico continente desconhecido. Outras terras, como a Nova Zelândia, Austrália ou a Ilha do Espírito Santo, no arquipélago de Vanuatu, no Pacífico, receberam o apelido de ‘austrialis’ quando foram confundidos com esta terra.


Finalmente, as viagens de marinheiros espanhóis como Fernando de Hoces e, acima de tudo, as explorações de James Cook pelo oceano Antártico mostraram que a massa continental devia estar confinada muito mais ao sul do que eles haviam estimado.


Em 1820, o continente Antártico é oficialmente descoberto, embora ainda haja discordâncias sobre quem foi o primeiro a avistá-lo: um comerciante britânico, um explorador e cientista russo ou um caçador de focas americano. A mítica ‘Terra Incognita’ desapareceu, milhares de anos após sua primeira representação. Todo um continente desconhecido, mas muito real, a Antártica, estava esperando para ser explorado.

#curiosidadescartograficas



Fonte: https://all3dform.com/es/terra-australis-incognita-un-continente-mitico-muy-real/


Publicado na página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/1558895874303941

83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo