Quatro mapas históricos que explicam a URSS

Os olhos do mundo estão agora voltados para a invasão russa da Ucrânia.


As motivações do presidente da Rússia, Vladimir Putin, são agora a maior questão sem resposta deste evento geopolítico. Uma linha de pensamento proeminente é que Putin está procurando recuperar o território perdido após a dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), e as próprias palavras do líder russo parecem apoiar essa afirmação:


“A Ucrânia não é apenas um país vizinho para nós. Ela é uma parte inalienável de nossa própria história, cultura e espaço espiritual. Desde tempos imemoriais, as pessoas que vivem no sudoeste do que historicamente tem sido a terra russa se autodenominam russos.
A desintegração de nosso país unido foi provocada pelos erros históricos e estratégicos por parte dos líderes bolcheviques e soviéticos […] o colapso da Rússia histórica conhecida como URSS está em sua consciência. ”

Para quem nasceu após a década de 1970, as memórias daquela época variam de nebulosas a inexistentes, então vale a pena responder à pergunta: afinal, o que era a URSS?


Abaixo, usaremos mapas históricos de três épocas específicas para construir o contexto de como a URSS foi estruturada, quais países atuais faziam parte desse país em expansão e como sua história se relaciona com os atuais impulsos da Rússia por expansão territorial.


Vamos em frente.


Os primeiros dias da União Soviética


A URSS nasceu em 1922, após a queda do Império Russo. Uma guerra civil entre o Exército Vermelho Bolchevique e as forças anti-Bolcheviques em toda a região terminou com o primeiro saindo vitorioso. Isso resultou na unificação de várias repúblicas para formar a União Soviética.


Após vários anos tumultuosos durante o reinado de Joseph Stalin, que incluiu uma fome devastadora que matou milhões de pessoas, chegamos ao nosso primeiro instantâneo no tempo: o final da década de 1930.



A URSS foi criada como uma federação de repúblicas sindicais constituintes, que eram estados unitários, como a Ucrânia, ou federações, como a Rússia.


Abaixo, podemos ver como essa estrutura organizacional foi delineada.



Embora nominalmente uma união de iguais, na prática a União Soviética era dominada pela República Russa (RSFSR, em inglês). Esta grande república continha a maior parte do poder econômico e politico do país, bem como a maior população e a maior área territorial.



A história geopolítica da URSS está inexoravelmente ligada a disputas territoriais com regiões vizinhas. No mapa acima, de 1938, podemos ver que as tropas soviéticas estão em confronto com o Japão no extremo leste do país. No outro lado, Stalin anexou metade da Polônia, os três Estados Bálticos e partes da Romênia, seguindo o pacto com Adolf Hitler.


Essa sequência de eventos preparou o cenário para a Segunda Guerra Mundial.


O Império Soviético


A URSS conseguiu a vitória na Segunda Guerra Mundial, mas a um grande custo. Estima-se que 14% da população pré-guerra morreu no conflito.


No final da década de 1950, porém, a União Soviética estava no topo de uma série de conquistas impressionantes no cenário mundial, desde o lançamento do primeiro satélite no espaço até o desenvolvimento de mísseis que eram uma ameaça crível para as cidades americanas. Além disso, o crescimento do PIB do país estava superando seu rival da Guerra Fria.


Este mapa é um instantâneo da URSS pouco antes da construção do Muro de Berlim em 1962.



Acima, em laranja, vemos quanto território a URSS acabou conquistando após a guerra. Este mapa é especialmente informativo, pois lista as populações dos territórios na época. Grandes porções da Europa Oriental – incluindo mais de 22 milhões de pessoas – foram enroladas atrás da cortina de ferro.


Os Dias Finais da URSS


Após um prolongado período de estagnação, Mikhail Gorbachev tentou reformar o sistema político e econômico soviético com a Perestroika, que se traduz literalmente como “reconstrução”. Esse movimento iniciou um lento processo de democratização que acabou desestabilizando o controle comunista até o final dos anos 1980, acelerando o colapso da União Soviética.


O mapa abaixo é um instantâneo da URSS dois anos antes de sua dissolução oficial em 1991.



Muitas das repúblicas, mostradas em várias cores acima, já estavam vendo movimentos de independência e agitação nessa época, e acabariam declarando independência uma a uma.


Aqui está uma lista das principais regiões que se separaram da URSS.


Subdivisão da URSS

País atual

Separado da URSS

República Socialista Soviética da Estônia

Estônia

8 de Maio de 1990

República Socialista Soviética da Lituânia

Lituânia

11 de Março de 1990

República Socialista Soviética da Letônia

Letônia

4 de Maio de 1990

República Socialista Soviética do Azerbaijão

Azerbaijão

30 de Agosto de 1991

República Socialista Soviética da Geórgia

Geórgia

9 de Abril de 1991

República Socialista Federativa Soviética da Rússia

Federação da Rússia

12 de Dezembro de 1991

República Socialista Soviética Uzbeque

Uzbequistão

31 de Agosto de 1991

República Socialista Soviética da Moldávia

Moldávia

27 de Agosto de 1991

República Socialista Soviética da Ucrânia

Ucrânia

24 de Agosto de 1991

República Socialista Soviética da Bielorrússia

Belarus

10 de Dezembro de 1991

República Sociealista Soviética Turcomena

Turcomenistão

27 de Outubro de 1991

República Socialista Soviética da Armênia

Armênia

21 de Setembro de 1991

República Sociealista Soviética Tajique

Tajiquistão

9 de Setembro de 1991

República Socialista Soviética Cazaque

Cazaquistão

16 de Dezembro de 19914

República Socialista Soviética Quirguiz

Quirguistão

31 de Agosto de 1991

Como essas regiões se separaram com suas fronteiras praticamente intactas, um mapa atual desta parte do mundo não parece muito diferente do anterior.


Dito isto, mesmo que as fronteiras permaneçam estáticas, a Guerra na Ucrânia demonstra que a dinâmica de poder nestas regiões ainda está em constante mudança.

#curiosidadescartograficas







Fonte: https://www.visualcapitalist.com/4-historical-maps-that-explain-the-ussr/


Publicado na página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/1827975690729290

175 visualizações0 comentário