Partes do mundo que os cartógrafos continuam a esquecer que existem

Por Caitlin Dempsey



A cartografia pode ser uma tarefa complicada e às vezes melindrosa. Basta perguntar ao Google e ao seu Google Maps online, que tem recebido muito interesse pela forma como retrata as áreas em disputa política.


Outros locais parecem ser frequentemente deixados de fora dos mapas, porque alguns cartógrafos continuam esquecendo que eles existem. A Nova Zelândia é provavelmente o exemplo mais infame. Frequentemente ausente dos mapas-múndi, esta nação insular fica a cerca de 1.500 km longe da Austrália, e é composta por duas ilhas principais e cerca de 600 ilhas menores. Apesar de estar classificada com um dos maiores países em área, ela é tão frequentemente deixada de lado nos mapa-múndi que existem alguns sites dedicados exclusivamente a documentá-la. Por exemplo, o site "World Maps Without New Zealand" rastreia mapas encontrados em aeroportos, on-line, e impressos sem o país e, de forma cômica, desenham uma nova Nova Zelândia nestes mapas para compensar a omissão.


Nova Zelândia, onde você está?
Nova Zelândia, onde você está? Via World Maps Without New Zealand (http://worldmapswithout.nz/)

A Ilha Prince Edward no Canadá é outro local que os cartógrafos desprezam. Também referida como P.E.I., a província no Canadá ficou fora dos mapas do aeroporto de Vancouver que um residente notou enquanto viajava pelo aeroporto.


A P.E.I. está omitida neste mapa encontrado no aeroporto de Vanvouver. À direita está a mesma área mostrada no Google Maps. À esquerda, o mapa de Marie Gilchrist.
A P.E.I. está omitida neste mapa encontrado no aeroporto de Vanvouver. À direita está a mesma área mostrada no Google Maps. À esquerda, o mapa de Marie Gilchrist.

Hudson Bay, um grupo varejista canadense também sentiu a ira dos residentes da P.E.I. por ter deixado a área fora dos mapas apresentados como parte de sua coleção Grand Portage elaborada em homenagem ao 150° aniversário do Canadá.


Israel tende a desaparecer em alguns mapas criados para os países do Oriente Médio. Tanto a HarperCollins quanto a Scholastic, editoras de materiais educacionais, tiveram que pedir desculpas alguns anos atrás, depois que os leitores notaram que certas publicações omitiram o país.


Em 2002, a Snopes investigou e constatou ser verdadeira a alegação de que certas montadoras de automóveis estavam omitindo Israel de seus mapas.


Mais recentemente, pesquisadores da Universidade de Minnesota analisaram as rotas de 111 companhias aéreas e descobriram que muitas companhias aéreas sediadas no Oriente Médio omitiram Israel de seus mapas de rotas (“Discriminatory Product Differentiation: The Case of Israel’s Omission from Airline Route Maps”, Fevereiro de 2017, Joel Waldfogel e Paul M. Vaaler, Universidade de Minnesota).

#curiosidadescartograficas







Fonte: https://www.geographyrealm.com/parts-world-cartographers-keep-forgetting-exist/


Publicado na Página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/599204740273064

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo