Mapas em leques

Por Caitlin Dempsey



Os leques são normalmente feitos de grandes pedaços de papel ou tecido que podem ser balançados para frente e para trás para criar um fluxo de ar. O fluxo de ar da onda de vento aumenta a evapotranspiração sobre a pele, o que cria um efeito de resfriamento.


Os leques de mão tendem a ser projetados com um efeito de acordeão que os permite dobrar de forma compacta, tornando-os ideais para serem transportados.


Os primeiros leques de mão descobertos datam do século IV a.C. A Tumba de Tutancâmon (KV62) incluía um leque com cabo de marfim que poderia conter penas de avestruz.


Cenas em cerâmica grega antiga mostram o uso de leques de mão


Uma mulher segurando um leque em um vaso de terracota do período helenístico, cerca de 330-310 a.C.
Uma mulher segurando um leque em um vaso de terracota do período helenístico, cerca de 330-310 a.C. Imagem: Metropolitan Museum of Art, NY, domínio público.

Ao longo dos anos, os leques de mão não eram apenas funcionais, mas decorativos. Muitos leques foram embelezados com obras de arte ou desenhos ornamentados no tecido ou nos materiais de papel.



O que é um Cartifato?


Muitos leques com mapas são exemplos de “cartifatos”. Um cartifato é um mapa que é utilizado principalmente como um desenho e não como uma fonte de informação.



Gravura de um mapa italiano em leque


Embora esta gravura não seja um leque de verdade, este mapa topográfico italiano do século XVII foi desenhado em forma de leque.


Plano Topográfico (Porto Ercole?) em forma de leque. Anônimo, século XVII.
Plano Topográfico (Porto Ercole?) em forma de leque. Anônimo, século XVII. Fonte: Metropolitan Museum of Art (https://www.metmuseum.org/art/collection/search/377633).


Mapa das Américas em um leque


Este leque de mão do final do século 18 apresenta as Américas. O mapa, feito na França pelo cartógrafo parisiense Jean Lattre, é uma gravura colorida emoldurada em latão e colocada sobre uma madeira.


O leque ‘L’Amerique’ de Jean Lattre, cerca de 1779.
O leque ‘L’Amerique’ de Jean Lattre, cerca de 1779. Fonte: Winterthur (http://www.winterthur.org/exhibitions-events/exhibitions/past-exhibitions/common-destinations/)


Leque com mapa inglês


Este leque produzido no final do século XVIII é um mapa alegórico gravado por Vincent Woodthorpe (cerca de 1764-1822). O mapa apresenta uma jornada pela juventude.


O mapa leva o espectador desde a juventude, onde eles estão em estado de escuridão, até as luzes finais da Razão e da Religião, onde o Conteúdo [Contentamento] e a Felicidade podem ser encontrados. A viagem pode leva-los a lugares como o Grande Oceano da Experiência, as Rochas da Obstinação e da Ociosidade, a Costa da Ignorância ou a Costa da Dificuldade. Ao longo do caminho, você pode verificar a bússola para obter direções para a Tolice, Miséria, Sabedoria e a Razão.

Coleções Especiais, Biblioteca Fireston, Universidade de Princeton.


Mapa Alegórico da Trilha da Juventude, para a Terra do Conhecimento (Londres: John Wallis, n° 16 Ludgate Street,25 de junho de 1796).
Mapa Alegórico da Trilha da Juventude, para a Terra do Conhecimento (Londres: John Wallis, n° 16 Ludgate Street,25 de junho de 1796). Fonte: Biblioteca Firestone, Princeton.


Leque com um mapa do Sul do País de Gales


Um cartógrafo desconhecido criou este leque com um mapa do Sul do País de Gales nele. O leque é acompanhado pela assinatura de “Miss Watkins, 1817”.


Anônimo, Mapa do Sul do País de Gales [1800-1817? ].
Anônimo, Mapa do Sul do País de Gales [1800-1817? ]. Fonte: Amguerddfa Cymru (Museu Nacional do País de Gales) (https://museum.wales/blog/2019-05-22/Amgueddfa-Cymrus-Fancy-Fans-and-their-Material-Forms-/)


Leque com Mapa Chinês


O uso de leques na China data de 475 a 221 a.C. Os leques chineses eram frequentemente embelezados com caligrafia, flores, pessoas e, às vezes, mapas.


Este leque com um mapa data de 1890 e mostra um mapa das divisões administrativas e políticas na China e inclui mapas gerais de Taiwan e da Coréia. Chamado de Da Qing ye tong er shi san sheg yu di quan tu, ele pode ser traduzido por “Mapa Completo das Vinte e Três Províncias da Grande Dinastia Qing”.


Leque com um mapa da China: Da Qing yi tong er shi san sheng yu di quan tu, 1890.
Leque com um mapa da China: Da Qing yi tong er shi san sheng yu di quan tu, 1890. Fonte: Biblioteca do Congresso (https://www.loc.gov/item/gm71002472/)


Leque com Mapa Coreano


Este leque do século XIX apresenta um mapa manuscrito da Coreia.


Mapa em leque da Coreia. Chŏlla-do chido. 1800-1899.
Mapa em leque da Coreia. Chŏlla-do chido. 1800-1899. Fonte: Biblioteca do Congresso (https://www.loc.gov/item/gm71005036/)


Leque com um mapa de Paris para Ciclistas


Este mapa de 1898 mostrando as ruas de Paris foi feito para ciclistas. Um lado mostra um mapa de Paris e o verso mostra o Bois de Boulogne, um parque público localizado no 16° arrondissement de Paris.


Leque para ciclistas, Bois de Boulogne, Paris e seus arredores. Criador: Pouillot, 1898.
Leque para ciclistas, Bois de Boulogne, Paris e seus arredores. Criador: Pouillot, 1898. Fonte: Biblioteca Britânica (https://www.bl.uk/collection-items/eventail-cycliste).


Leque com mapa da Air India


Este leque da Air India contém um mapa mostrando as rotas aéreas de 1960.


Mapa com as rotas da Air India (leque de mão), 1960.
Mapa com as rotas da Air India (leque de mão), 1960. Fonte: David Rumsey Map Collection (https://www.davidrumsey.com/luna/servlet/detail/RUMSEY~8~1~272449~90046214:Air-India-route-map--hand-fan)


Referência


Smith, C. (2020, July 15). Fan maps of the geography and map division. Library of Congress Blogs. https://blogs.loc.gov/maps/2020/07/fan-maps-of-the-geography-and-map-division/

#curiosidadescartograficas




Fonte: https://www.geographyrealm.com/maps-on-fans/


Publicado na Página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/pfbid02pMJjUTS8HWeyvSYm4vEpjDfUacF7NCd5k1P1gYEY8FMBvvsjpWvsXHgm2tzaA85Tl


13 visualizações0 comentário