• emvolpi9

Mapa-múndi da Babilônia: o mapa mais antigo da história tem 2.600 anos

Ele foi feito entre os séculos VI e V a.C. e representa o mais antigo mapa conhecido no mundo. O mapa-múndi da Babilônia é um achado excepcional, encontrado no Iraque, em Sippar (mas também há dúvidas se ele foi achado na localidade de Borsippa) e representa parte do mundo conhecido em torno da Babilônia. O mapa, representado em uma pequena tábua de argila, é uma cópia de um original perdido há centenas de anos, talvez até o reinado de Sargão II (século VIII a.C.), mas certamente não antes do século IX a.C.




No mapa, alguns lugares bem conhecidos ainda são visíveis hoje, enquanto outros são de identificação incerta e deixam espaço para dúvidas e interpretações. As figuras da ilustração permitem que os menos experientes na história antiga se orientem facilmente no desenho.

1. Montanha 2. Cidade 3. Urartu 4. Assiria 5. Der 6. Desconhecido, talvez um afluente do rio Tigre 7. Pântano 8. Elam 9. Canal 10. Bit Yakin 11. Cidade 12. Habban 13. Babilônia 14. Água salgada, identificável com o mar 15. Igual ao número 14 16. Igual ao número 14 17. Igual ao número 14 18. Grande muralha (cordilheira do Cáucaso) 19. Regiões externas 20. Regiões externas 21. Regiões externas 22. Regiões externas




O número 13 representa a cidade da Babilônia, a primeira metrópole da história com mais de 200.000 habitantes, o centro da civilização babilônica, e um verdadeiro farol para a cultura, religião e a ciência do mundo até o século 6 a.C. Aos seus lados, o Tigre e o Eufrates fluem, identificáveis com as linhas traçadas ao redor do centro do círculo.

Comparado ao conceito de mapas de hoje, o mapa-múndi da Babilônia é completamente diferente. Embora a Babilônia esteja posicionada no centro do mapa, e perto de alguns pontos reconhecíveis (mesmo que não indicados com precisão geográfica), o círculo delimita o mar, e o exterior não é nada além de triângulos, talvez indicando o conceito de que outros lugares existiam, distantes, alguns ainda a serem explorados.


A terra é descrita como plana, cercada pelos vários mares que a banham: o Mar Negro, o Mar Vermelho, o Mar Cáspio, o Mediterrâneo e o Oceano Índico. Os pontos representam alguns territórios conhecidos pelos babilônicos (Egito, Creta, Turquia, etc.), mas eles não são identificáveis com certeza, devido à controvérsia sobre a orientação correta do mapa.

Está longe de ser certo que a parte superior do mapa identifique o Norte, porque nos tempos antigos, a parte superior era geralmente a do leste, onde o sol nasce. O texto no topo do mapa identifica os pontos que circundam o círculo central com uma espécie de “rosa dos ventos” precursora, o que talvez torne ainda mais complexo interpretar corretamente um mapa que, em alguns centímetros quadrados, conta muito sobre civilizações e o grau de conhecimento geográfico dos antigos babilônicos.

#curiosidadescartograficas



Fonte: https://www.vanillamagazine.it/mappa-mundi-babilonese-la-piu-antica-mappa-della-storia-ha-2600-anni/


Publicado na página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/1068788313314702

222 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo