Evolução dos mapas eleitorais nos Estados Unidos

Por Gonzalo Prieto



As visualizações de dados nas eleições são uma ocorrência diária. Toda vez que uma disputa eleitoral é realizada, mapas e gráficos eleitorais aparecem como praga. Mas não foi sempre assim.


Na verdade, foi só no século XIX, quando os jornais começaram a usar ilustrações, que elas começaram a ser utilizadas. Por isso, podemos dizer que a história dos mapas eleitorais tem mais de um século. E está intimamente ligada aos Estados Unidos.


Mas para encontrar um dos primeiros mapas eleitorais é preciso ir à França. Você tem que viajar para o ano de 1869, quando o seguinte mapa de Paris mostrava os resultados das eleições parlamentares de 1869 na capital francesa. Uma eleição que minou o poder de Napoleão III.




O pioneiro mapa eleitoral nos EUA


Já nos Estados Unidos, o gráfico a seguir, datado de 1860, inclui textos e estatísticas do censo de 1850. Mas também dados sobre eleitores presidenciais, resultados eleitorais e uma tabela mostrando o voto popular para os presidentes.


Ele também inclui retratos de Abraham Lincoln, Hannibal Hamlin, Stephen Douglas, Herschel Johnson, John Breckenridge, Joseph Lane, John Bell e Edward Everett.


O código de cores corresponde às áreas onde a escravidão era permitida (verde), onde era proibida (vermelho) e onde as suas realidades coexistiam (amarelo).


O mapa a seguir mostra os resultados das eleições de 1836 e 1840. Como veremos mais adiante, as cores são o oposto do que identificamos hoje. Assim, o azul correspondia aos republicanos e o vermelho aos democratas.



O mapa mais antigo dos condados


A seguir está o mapa mais antigo conhecido na história das eleições presidenciais, dividido em condados. Pelo menos é isso que Susan Schulten, historiadora da cartografia da Universidade de Denver, acredita. Schulten escreveu extensivamente sobre este mapa, que apareceu em um atlas estatístico feito a partir de dados do Departamento de Censo dos Estados Unidos.


Em 1883, Henry Gannett publicou com esses dados o 'Scribner´s Statistical Atlas', que incluía mapas de cada eleição presidencial. A série terminava com este exemplo sem precedentes dos resultados das eleições de 1880 em nível de condado.


É possível que um mapa eleitoral tenha sido publicado em um jornal antes desta data, mas os gráficos feitos sob medida eram raros na época. O mapa de Gannett mostra os resultados das eleições presidenciais de 1880 no estado (em um pequeno mapa) e em nível de condado.


O mapa é acompanhado por gráficos de barras mostrando quais estados tiveram as maiores abstenções e as maiores diferenças entre um oponente e outro. Um exemplo de infografia.


As cores são familiares, mas significam exatamente o oposto das cores atuais: as áreas democratas aparecem em vermelho e as áreas republicanas em azul (as cores mudariam em 2000).



Mapa da evolução dos resultados eleitorais

O mapa a seguir, datado de 1877, mostra a evolução dos resultados eleitorais de 1789 a 1876, juntamente com um retrato de cada presidente.


Uma das visualizações mais marcantes é a de Walter Houghton. É um gráfico da história política que à primeira vista pode parecer desorientador, mas que tem uma lógica interna.


A metade superior é dedicada a uma cronologia dos líderes eleitos, eventos importantes e legislação histórica em letras pequenas. Ele atribui uma linha a cada partido na história eleitoral e mede o apoio popular por quão estreitos ou largos ele são. O partido na Casa Branca está sempre no topo.


O sucesso dos mapas eleitorais


Os mapas eleitorais foram especialmente bem-sucedidos nos últimos 20 anos. E nesse tempo eles evoluíram significativamente. Hoje, os mapas eleitorais apresentam mil e uma formas. É o caso dos cartogramas que distorcem as áreas dos estados com base em seu peso relativo, dos votos do colégio eleitoral, neste caso.


No exemplo abaixo (à direita), um mapa tradicional pode levar a crer que Mitt Romney venceu as eleições de 2012 nos Estados Unidos, mas o cartograma dá uma imagem mais precisa de quais estados deram a vitória a Obama.



Neste site você pode encontrar os mapas que refletem os resultados por estado de todas as eleições nos Estados Unidos.

#curiosidadescartograficas








Fonte: https://www.geografiainfinita.com/2016/11/los-primeros-mapas-electorales-de-la-historia-de-estados-unidos/


Publicado na Página Curiosidades Cartográficas do Facebook em: https://www.facebook.com/curiosidadescartograficas/posts/pfbid02mCx2ZAr8vai3mjmddRqZLf4thQ72Z2YVoUd4gJBYZFfqxPQYoDfpeUSwuHakx8Bnl

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo